Seja bem-vindo. Hoje é . Deus lhe abençoe!

ONDE ESTÁ A SUA ESPERANÇA?

Desejo compartilhar com os nobres leitores, um assunto muito interessante registrado na Bíblia Sagrada, relacionada a esperança de acordo com o texto bíblico em Jó 17.15: “Onde, pois, estaria agora a minha esperança? Sim, a minha esperança, quem a poderá ver?”.

Inicialmente precisamos entender o que realmente é esperança. De acordo com o dicionário teológico, esperança é a certeza de se receber as promessas feitas por Deus através de Cristo Jesus, tem a fé por motivação e seu fundamento é o amor. O Aurélio descreve, que é a Fé, confiança em conseguir o que se deseja. De acordo com a fillosofia, a esperança é uma crença emocional na possibilidade de resultados positivos relacionados com eventos e circunstâncias da vida pessoal. A esperança requer uma certa perseverança, isto é, acreditar que algo é possível mesmo quando há indicações do contrário.


No texto bíblico, encontramos a situação de um dos grandes patriarcas da Bíblia Sagrada, Jó. Chefe tribal de extraordinária piedade e integridade, Jó é abençoado por Deus com prosperidade terrena que o converte no homem "maior do que todos os do oriente" (1:3). De repente, Jó sofre vários reveses de fortuna. Vítima de uma série de grandes calamidades, vê-se privado primeiro de seus bens e de seus filhos (1:13-19). Seu corpo se cobre de uma enfermidade repulsiva (2:7). Três amigos, que se apresentam com a intenção evidente de consolar Jó, insistem que seu sofrimento é castigo pelo pecado. Na verdade, Deus permitiu que Jó fosse provado para que Satanás visse o quanto ele era fiel: “E disse o SENHOR a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus, e que se desvia do mal” (Jó 1.8).

Ao perder seus bens, família e agora a sua saúde (ferido com úlceras malignas, desde a planta do pé até ao alto da cabeça), Jó, humanamente chega ao ponto de não esperar mais nada desta vida, e sim, em Deus. Não obstante, a história de Jó não termina no desespero, ele reconhece que nenhum dos propósitos de Deus pode ser impedido e por causa da fé, abençoou o Senhor o último estado de Jó, mais do que o primeiro (42.12). Ao longo da vida do patriarca podemos ver que ter fé em Deus tem sentido, mesmo que nossas situações parecem não ter esperanças. A fé apoiada em recompensas ou prosperidade é uma fé oca. Para ser firme, a fé deve ser edificada sobre a confiança de que se levará a cabo o propósito supremo de Deus.

Não devemos avaliar a vida só em termos do mundo presente, já que Deus promete um futuro maravilhoso e eterno para aqueles que são fiéis. Muitos afirmam ser a esperança a última a morrer. A esperança que devemos ter e que agrada a Deus, não morre. Ele quer que nós tenhamos esperança lembrando-se de tudo o que Ele fez por nós. A Bíblia diz em Romanos 5:1-2 “Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo, por quem obtivemos também nosso acesso pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus”. 

Certa vez um repórter de uma das maiores rede de TV do país, começou entrevistar algumas pessoas que transitavam por uma das avenidas de maior movimento em São Paulo, “qual é a sua maior esperança?” era a pergunta feita por ele. Alguns diziam: passar no vestibular, outros, comprar meu apartamento, adquirir um carro novo, ver minha família estabilizada e assim por diante. Ao pegar um elevador e ir até um apartamento, o repórter se surpreendeu quando entrevistou uma empregada doméstica a qual afirmou que sua maior esperança era a vinda gloriosa de Jesus e o desejo de conhecer a cidade Santa preparada por Ele.

Não devemos apoiar nossa esperança somente nesta terra, temos que lembrar que possuímos uma alma e que um dia ela (alma) entrará em uma eternidade. “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais MISERÁVEIS de todos os homens” disse o Apóstolo Paulo em I Cor.15.19. O salmista Davi em Salmos 62.5 expressou: “Ó minha alma, espera somente em Deus, porque dele vem a minha ESPERANÇA”. Se olharmos apenas para esta vida podemos desanimar da caminhada, estamos vivendo em um mundo cansado onde nem sempre é recompensado o bom comportamento, nem castigadas as más ações. É o mundo do “apelido ao pecado”, onde para muitos o tornou cultura, e os valores morais da família jogados no lixo, situação em que o pecado torceu a justiça fazendo com que as pessoas percam a esperança dentro de um mundo imprevisível e feio para se viver.

Nesse mundo tudo passa, e com ele o infiel que rejeita a Palavra de Deus menosprezando o conteúdo das Sagradas Escrituras que exige a perfeição do homem (Mt. 5.48). “O desejo dos justos é tão somente para o bem, mas a ESPERANÇA dos ímpios é criar contrariedades” (Pv.11.23).

Diante desse mundo em que o pensador Rui Barbosa declarou que: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”, eu pergunto: onde está a tua esperança? A de Jó, seus acusadores não viram, mas Deus conhecia o coração de Jó e ele disse que ainda que Deus o matasse ele continuaria confiando Nele (Jó 13.15). Tenha bom ânimo e esperança em Deus, o homem pode ser resistente às palavras, forte nas argumentações, mas não sobrevive sem esperança, pois ela é o combustível da vida. A perda da esperança endurece nossos sentimentos, enfraquece nossos relacionamentos, deixa a vida cinza, e faz perder parte do seu sabor.

Como pastor evangélico eu encorajo você a entrar no desafio da fé e juntos esperarmos Naquele que é razão de nossa esperança, Cristo Jesus. Não sei se você conhece o hino 300 do hinário oficial das Assembleias de Deus no Brasil, Harpa Cristã, o qual na 1ª estrofe e o coro diz assim: “Jesus, sim, vem do céu, em glória Ele vem! Ecoa a nova pelo mundo além; Oh esperança que a Sua Igreja tem! Dai glória a Deus, Jesus em breve vem!” O coro: “Nossa esperança é Sua vinda O Rei dos reis vem nos buscar; Nós aguardamos, Jesus, ainda, Té a luz da manhã raiar. Nossa esperança é Sua vinda O Rei dos reis vem nos buscar; Nós aguardamos, Jesus, ainda, Té a luz da manhã raiar”.

Esta é a nossa esperança, e nada tirará esse objetivo. Leia tudo o que está escrito na Bíblia, Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos ESPERANÇA” (Rm 15.4). A fé e o amor vêm por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual antes ouvistes pela palavra da verdade do evangelho” (Colossenses 1:5). ”Que Deus abençôe você e sua família.
  
Pr. Deuramar Ribeiro Leite, é
Co-Pastor da IEADA, Bacharel em Teologia,
Professor do CETEMAD,
Membro do Conselho de Pastores e
Assessor de Comunicação da Igreja Assembleia de Deus-CIADSETA

em Araguatins-TO.

POSTAGENS POPULARES