Seja bem-vindo. Hoje é . Deus lhe abençoe!

MEIA VOLTA, VOU VER!

Um jovem soldado, que aceitou ao Senhor Jesus como seu Salvador, descreveu a mudança que se operou na sua vida da seguinte maneira: “Jesus Cristo me disse: Meia volta, volver! Eu O escutei e obedeci”.

É isso exatamente o que se chama conversão: é dar meia volta ao mundo e seguir em direção a Deus; ouvir a voz do Comandante e marchar de acordo com a Sua determinação.

O apóstolo Judas, que não é o Iscariotes, falando sobre os ímpios, compara-os a nuvens sem direção:
Estes homens são como rochas submersas, em vossas festas de fraternidade, banqueteando-se juntos sem qualquer recato, pastores que a si mesmos se apascentam; nuvens sem água impelidas pelos ventos; árvores em plena estação dos frutos, destes desprovidas, duplamente mortas, desarraigadas”. (Judas 1.12).

Mudar o rumo da nossa vida tem de ser uma decisão radical; é caminhar em direção oposta àquela encaminhada pelos nossos sentidos e desejos. Nossos objetivos naturais são antagônicos aos de Deus; por isso, não podemos fazer concessões.

Conversão é mudança radical, e não adaptação ou simples aceitação de outra forma e andar. O soldado, ao marchar, não pode olhar para trás: a ordem do comandante tem de ser seguida com firmeza e confiança.

Meia volta, vou ver!                                                                                                             (Texto de autoria de Joseph Faith)

POSTAGENS POPULARES