Seja bem-vindo. Hoje é . Deus lhe abençoe!

O CRISTÃO E AS NOVAS TECNOLOGIAS

A velocidade das últimas tecnologias é ‘a grande moeda do nosso tempo’. Na internet é impossível participar de tudo que nos é oferecido: rádio, TV, jornais, revistas, bate-papo, compras, banco, oportunidade de trabalho e de negócios, divertimento, propaganda, serviços e muito mais. Os cursos on line oferecem conhecimentos sólidos, de qualidade e interatividade. A tecnologia em plena evolução deixando para trás os excluídos que vivem à margem dessa mesma sociedade. A máquina como extensão do homem, incorporada na condição humana a partir da necessidade e possibilidade. É possível se criar uma imagem do nada, ambientes representativos, simulações e manipulações. Os sentidos são fáceis de iludir, perder a realidade.

O homem natural vive de acordo com a sua natureza corrompida, toda a natureza sofre esperando a volta de Jesus, desde que Adão desobedeceu a Deus e escutou a Satanás. Portanto, o homem natural não nasceu de novo do espírito para voltar a ter comunhão com seu criador. Ele é incapaz de entender o homem espiritual e não discerne as coisas espirituais. Jesus, conversando com Deus, disse em João 17.14-15: “Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, pois eles não são do mundo, como eu também não sou. Não rogo que os tires do mundo. Mas que os protejas do maligno.” O homem natural ou carnal é imoral, impuro, idólatra, egoísta, invejoso e coisas semelhantes. As nossas lutas são muitas contra essas influências do mundo. Mas, a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes; penetra até o ponto de dividir alma e espírito. A alma é a nossa vontade e o nosso espírito procura fazer a vontade de Deus. Para o homem natural o espírito é só um adereço da alma, está morto, é a vontade do corpo e da mente imperando. Agora, o homem virtual se confunde com o real, é fronteira tênue. A imagem como representação do real não coincide com o existente. Se o virtual não leva o corpo sempre vai achar que é ilusão, o corpo fica em algum lugar que o chama de volta. O virtual existe como faculdade, porém sem exercício ou efeito atual ou real suscetível de se realizar.

Essa rede, que é a internet, possui um emaranhado de mais de 28 milhões de internautas no Brasil. O ser humano é inteligente e cada um percebe o mundo de maneira diferente, de acordo com seus valores culturais, morais, religiosos. A criança e o jovem não têm essa visão formada, ainda. Para eles tudo é normal, inclusive esse fenômeno das novas tecnologias, quando nasceram já existiam. Como interferir se todos estamos em um processo de adaptação e inseridos em uma sociedade individualista, solitária e manipulada? A conversa e as regras estabelecidas podem proporcionar o discernimento crítico. O mais importante é que se gaste tempo com Deus. ‘Uma hora com Deus vale uma vida inteira com os homens’. Deus nos deu entendimento para crescermos espiritualmente na edificação como cristãos. Temos que ter compressão sobre o mundo para tentar mudá-lo pela renovação da mente. Jesus, como referência, sempre vai ser o homem mais inteligente do mundo, pois na criação ele estava com Deus, ele era o próprio Deus, o arquiteto do mundo (João 1.1-5). O humanismo que está diretamente ligado ao homem natural crê na máxima autonomia do indivíduo. A autonomia é Cristo em nós, em harmonia e responsabilidade social.

Margaret Pena da Mata Jornalista, Relações Públicas, Cineasta, Professora de Inglês, Formada pelo Instituto Cristo para as Nações. Colaboradora do portal Lagoinha.com –margpena@yahoo.com.br 

POSTAGENS POPULARES